O PODER DE CURA DE PINRRAS

Todo ano há uma data única para dar ignição às forças profundas de cura durante o Shabat. Em hebraico, ele é chamado de “Pinrras” (Não se preocupe se você não consegue pronunciar corretamente). Esta porção específica da Torá irradia um intenso fluxo de luz e energia que traz saúde e cura. Não subestime o poder desta última afirmação só porque 99% da população mundial não tem a menor ideia sobre isso.

Além de cura, essa porção também guarda a causa subjacente e origens verdadeiras  das doenças cardíacas e de todas as doenças e enfermidades. Ainda mais surpreendentes estes antigos segredos de cura são idênticos às recentes descobertas emergentes da comunidade médico-científica.

Mas uma leitura literal da Torá não lhe diz nada.

Há uma única maneira de desvendar os segredos de cura ocultos na Bíblia.

Você precisa abrir o Zohar.

Aqui você encontra todos os segredos.

Como as origens da doença de coração. Elas estão ali no Zohar. E você precisa dos ensinamentos do kabalista Rav Berg para aproveitar a oportunidade e entender as ferramentas que estão disponíveis nesta porção única da Torá. Sem o Kabbalah Centre, sem Rav Berg e a Karen Berg, o mundo não teria nenhum indício a respeito de que tipo de forças curativas estão disponíveis para o mundo no próximo Shabbat.

No que diz respeito aos segredos impressionantes sobre a origem da doença cardíaca no Zohar, Dr. Artur Spokojny, um experiente cardiologista de Harvard, comentou o prognóstico de 2.000 anos de idade do Zohar sobre a causa de doença cardíaca, bem como a função do fígado. Você pode ver esse comentário no vídeo no final deste artigo.

A fim de revelar estes segredos extraordinários, vamos voltar para o livro definitivo dos segredos – o antigo e Sagrado Zohar. Aqui vamos encontrar o Santo Graal da medicina – a verdadeira cura para todas as doenças e enfermidades humanas.

Você está pronto para aprender a verdadeira causa das doenças? Você está pronto para descobrir o remédio definitivo para a cicatrização e cura de todas as doenças?

Maravilha.

OS SEGREDOS DO ZOHAR

Vamos agora abrir o antigo Zohar e revelar algumas das idéias mais convincentes em doenças cardíacas – e em todas as formas de doença. E, a propósito, doença também inclui uma doença em um negócio, um sofrimento em um relacionamento e todas as doenças emocionais, como ansiedade e depressão. Em outras palavras, corrigir os nossos problemas financeiros, resolver nossos problemas conjugais e reparar nossas aflições mentais são considerados partes do processo de cura, de acordo com o Zohar. São simplesmente nossos débitos cármicos pessoais que determinam se a “doença” atinge o corpo, o negócio, o quarto ou o cérebro. Tente dizer isso ao seu médico, contador, conselheiro matrimonial local ou psiquiatra.

Uma última coisa antes de darmos espiarmos no Zohar: tenha em mente que este é apenas um vislumbre da profundidade da sabedoria e do poder que encontra-se profundamente enraizado dentro desta porção da Torá. A idéia aqui é mostrar-lhe um exemplo de idéias incríveis do Zohar para que você comece a entender o Poder da Kabbalah e sua capacidade de curar e transformar nossas vidas e este mundo. Para saber mais, basta ler o Zohar vermelho em Inglês, Volume 20 – especialmente as seções chamadas “Relevância desta Passagem”. Os parágrafos “Relevância” precedem cada seção Zohar e ajudam a explicar a passagem. Os de Pinchas são muito impressionantes.

DOENÇA CARDÍACA E ZOHAR

Vamos começar com algumas idéias simples em Doença cardíaca:

Considere o seguinte: apenas alguns anos atrás, a ciência médica não tinha idéia de que os níveis de colesterol estavam relacionados de alguma forma à doença cardíaca.

O ano era 1959. O FDA (Food and Drug Administration) publicou um relatório que dizia:

“O papel do colesterol nas doenças do coração e artérias não foi estabelecido. Uma relação causal entre os níveis de colesterol no sangue e essas doenças não foi provado.”

Demorou até 1964 para Konrad Bloch ganhar o Prêmio Nobel por descobrir o que o colesterol provoca depósitos de gordura nas artérias. Demorou até a década de 1980 para a ciência finalmente descobrir que o colesterol, a gordura no sangue e bloqueios em nossas artérias estavam definitivamente relacionados à doença cardíaca. E, foi apenas alguns anos atrás que a ciência confirmou que havia dois tipos de colesterol: o colesterol bom e o colesterol ruim.

Konrad-BlochVENCEDOR DO PRÊMIO NOVEL DE 1984
Dr, Konrad Bloch descobriu que altos níveis de colesterol na corrente sanguínea causam depósitos de gordura nas paredes internas das artérias causando ataques cardíacos. O ganhador do Premio Nobel confirmou que o Zohar havia afirmado isso centenas de anos antes.

 

O ano era 1984.
Em um relatório publicado pelo Governo dos Estados Unidos, o Instituto Nacional de Saúde, com o título:

“Diminuindo o Colesterol Sanguíneo Para Prevenir Doenças Cardíacas”.— 10-12 Dezembro de 1984″

Eles basicamente declararam o seguinte: o colesterol é uma substância gordurosa e existem dois tipos:

• O colesterol LDL é conhecido como colesterol “ruim”, uma vez que tende a entupir vasos sanguíneos.

• O colesterol HDL é chamado de colesterol “bom” e pode realmente ajudar a desobstruir as artérias.

O relatório do NIH afirma:

“As partículas de LDL, quando presentes em excesso no sangue, são depositadas nos tecidos e formam uma parte importante de uma acumulação na parede da artéria para formar a placa aterosclerótica. A aterosclerose estreita os canais das artérias coronárias, os vasos que provém o maior fornecimento de sangue para o músculo cardíaco.”

Em outras palavras, um excesso de mau colesterol bloqueia nossas artérias constringindo o fluxo sanguíneo. Uma falta de fluxo sanguíneo pode causar ataques cardíacos, derrames e morte. A Ciência logo descobriu que o colesterol bom pode realmente ajudar a prevenir ataques cardíacos porque o colesterol bom, na verdade, remove o colesterol ruim das artérias. Então, há poucos anos atrás, a ciência também descobriu que existem dois tipos de gordura – gorduras boas e gorduras ruins. As boas gorduras são chamadas de ácidos graxos ômega-3.
Agora confira esta citação:

“Quanto maior for a ingestão de do ácido graxo ômega-3, menor é a probabilidade de doença cardíaca coronária. Esta relação era ainda mais forte para mortes coronárias.”— Journal of the American Medical Association

Assim, em poucas palavras, temos a ciência nos dizendo que as gorduras boas e colesterol bom (que também é gordura) podem realmente ajudar a reduzir o risco de doenças do coração e que o excesso de gordura ruim e mau colesterol podem bloquear nossas artérias e assim, causar doença cardíaca.
O antigo Zohar, ao comentar sobre esta incrível porção  da Tora, dizia exatamente a mesma coisa:

Veja isto:

“…..no corpo existe partes gordurosas puras e impuras, sangue puro sem resíduos de matéria e sangue contaminado com resíduos de matéria…”— Zohar ,  Vol  20

De acordo com o Zohar, a doença cardíaca, lesão cerebral e morte vão ocorrer se nossas artérias contêm altos níveis de gorduras “impuras”.

Não é preciso ser um cirurgião cerebral (ou cardiologista) para descobrir que “gorduras puras” são as gorduras boas e colesterol bom e que as gorduras impuras são as gorduras ruins e mau colesterol. Isso é algo muito incrível. Aqui temos um texto de dois mil anos de idade falando sobre boas e más gorduras, cerca de 20 séculos antes de a ciência médica ter chegado às mesmas conclusões. De acordo com o Zohar, nossas emoções negativas, notadamente a raiva, a ira, ego, inveja e todos os impulsos reativos, manifestam-se em nosso fígado e esta é a causa subjacente das doenças cardíacas e morte.

Uma idéia notável é dada pelo Zohar:

“Do fígado e do do apêndice emerge a bílis, a qual é a espada do Anjo da Morte, da qual vem amargas gotas que matam seres humanos.” — Zohar ,  Vol  20

O Zohar  diz que a bílis:

“supera as artérias do coração e todas as artérias nos membros do corpo”— Zohar ,  Vol  20

Por incrível que pareça, vesícula biliar é definida pelo dicionário Merriam Webster  como “bílis” e TAMBÉM COMO “amargura de espírito” ou “rancor”.

Você entendeu isso?

Bílis refere-se ao espírito amargo de uma pessoa e também significa “bile” do fígado.

Agora adivinhem?

O fígado secreta bílis, e seu componente principal é o colesterol! A Doença cardíaca ocorre quando colesterol ruim “supera” e entope nossas artérias. Mais uma vez, você tem um antigo manuscrito dizendo que colesterol e gordura, bloqueando as artérias, é a causa de doença cardíaca. O Zohar também diz que o nosso comportamento – amargo ou amável – determina se nosso fígado “oferece ao coração” gorduras puras ou as gorduras impuras.

Em primeiro lugar, a ciência nem sequer descobriu que o fígado eliminava a gordura do sangue até o biólogo suíço Albrecht von Haller descobrir que a bile do fígado ajudava a digerir gorduras no século 19 – cerca de 1800 anos depois do Zohar.

Sobre este assunto, o Zohar afirma:

“E se o fígado desejar oferecer as partes gordurosas que são ritualmente impuras para o coração, ele (o fígado) recebe somente a gordura de uma parte gordurosa ritualmente pura” — Zohar ,  Vol  20

Que declaração poderosa, medicamente falando! O Zohar descreve a função do fígado séculos antes de a ciência médica tê-la descoberto.

O Zohar também afirma:

“Do coração vem a saúde para todos os membros, pois isso é a maneira que é; uma vez que o coração recebe tudo que é puro,limpo, e luminoso, o fígado recebe as sobras da sujeira e imundice e distribu ipara todos os outros membros”.  — Zohar ,  Vol  20

O Zohar também está nos ensinando que quando nos comportamos com um ego “feio”, o fígado oferece mais  colesterol ruim para o coração. As forças negativas que habitam o fígado, em seguida, nos roubam a gordura pura, diminuindo assim, o nosso bom colesterol. Quando resistimos aos nossos impulsos egocêntricos reativos, então o fígado oferece a gordura pura, o colesterol bom e sangue puro ao coração; e o fígado e digere a gordura má e as toxinas do sangue.

Essas idéias do Zohar são bastante impressionantes, profundas e revolucionárias!

RESUMINDO TUDO

O  Zohar oferece dezenas de passagens ainda mais poderosas que explicam a função do fígado, doenças cardíacas, câncer, etc., mas por razões óbvias, não posso registrá-las todas neste único artigo. Eu sugiro que você leia o Volume 20, do Zohar em Inglês, chamado Pinrras, e você vai encontrar uma grande quantidade de conhecimento médico e remédios curativos.

Então, qual é a origem de todas as doenças? O nosso comportamento para com os outros. Nosso grau de reatividade, reflexos de motivação egocêntrica versus nossas ações pró-ativas, altruístas.

Aqui está.

Goste ou não.

Não é a comida que comemos

Não é a nossa dieta.

E, no final, não é realmente o nosso DNA ou os nossos genes.

Estas são apenas as ARMAS, utilizadas pelas forças negativas para infligir julgamento sobre nós quando criamos aberturas – julgamento que despertamos através de nossas próprias ações de ego e intolerância.

Mas quem puxou o gatilho para ativar a doença e permitir que esses alimentos ou genes  nos mate? Nós mesmos. Você. Eu. Em virtude do comportamento humano para com amigos e inimigos.

Em outras palavras, o Zohar pergunta: Por que uma alma escolhe um corpo com um DNA específico e uma predisposição para a doença em primeiro lugar? E por que alguns genes que causam a doença são ativados e às vezes eles permanecem latentes? Por que uma pessoa que fuma quatro maços por dia tem um ataque cardíaco, mas outra pessoa que fuma cinco maços por dia vive até 110 anos?

Aqui está a resposta do Zohar por meio de uma simples metáfora:

Um assaltante desconhecido atira em alguém em um beco escuro e o mata. Suponha que o relatório final da polícia apenas descreveu como a arma funciona e opera; Como a pressão do ar movimenta a bala na câmara da arma etc.,

Informação inútil, certo?

Por quê? Porque na semana seguinte, o assassino ataca novamente, atirando e matando outro alguém. A arma é apenas a arma. A bala é meramente uma  outra arma.

Em vez disso, queremos saber:

QUEM PUXOU O GATILHO?

Quando a polícia pegar o verdadeiro assassino, a causa principal das mortes terá sido encerrada. As armas não podem matar por conta própria. Todos esses relatórios médicos intermináveis que lemos todos os dias em nossos jornais sobre as causas da doença de coração erram o alvo inteiramente! Totalmente. Completamente. Eles simplesmente descrevem as várias armas que foram usadas para matar-nos, seja nosso DNA ou sanduíches gordurosos de pastrami.

Em segundo lugar, o Zohar explica que “bloqueios em nossas artérias” também podem ocorrer em outras áreas de nossa vida. Em última análise, todos os males da sociedade têm uma causa raiz. Essencialmente, todos os nossos relacionamentos na vida são “artérias”. Portanto, o bloqueio pode ocorrer em um relacionamento conjugal. Por exemplo, quando esta artéria específica está bloqueada, amor e paixão não podem fluir entre marido e mulher. Chame isso de um ataque cardíaco ou morte em um casamento.

Nossos vários relacionamentos de negócios são também artérias. O dinheiro que flui para nós através dos negócios ou o trabalho que fazemos, viaja através dessas artérias. Quando elas estão obstruídas, então boa fortuna deixa de fluir para nós. Ou se trapaceamos no negócio, os bloqueios podem acabar nas artérias físicas em nosso corpo. Podemos prosperar nos negócios, mas nós pagamos por isso com o endurecimento das artérias e uma ponte de três safenas.

Todas as relações do mundo, entre as pessoas, entre parceiros de negócios, entre comprador e vendedor, entre irmão e irmã, entre marido e mulher, entre pais e filhos, entre uma nação e outra, estas são todas artérias espirituais que podem se tornar bloqueadas e causar doença quando os seres humanos se comportam com intolerância uns com os outros.

Cada vez que você interage com alguém em sua vida, amigo ou desconhecido, inimigo ou membro da família, você está afetando as “artérias” em sua vida, e no mundo. Se o seu comportamento nestes relacionamentos é governado por impulso reativo e interesse próprio, ele cria um “depósito de gordura”. Se esses bloqueios continuam a crescer e se não forem controlados, a “doença” se instala.

A “doença” pode então se manifestar como pobreza, guerra, divórcio, filhos usando drogas, família disfuncional, o terrorismo global, ou um bom ataque de coração à moda antiga! Mas, no final, é o nosso comportamento que determina a boa saúde ou doença.

Você sabe o que?

Sente-se.

Acalme a sua mente.

Abra seu coração.

Deixe de lado todas as suas dúvidas, apenas por um momento.

Deixe de lado todas as suas noções preconcebidas sobre vida e morte, cura e medicina e todos os condicionamentos sociais e influências da cultura pop que têm impactado a sua vida.

Fique firme.

Agora leia isto com cuidado…

É tão fácil culpar a comida, ou dieta, ou o destino, ou a natureza, ou parceiros de negócios desonestos, ou genes, ou motoristas bêbados, ou nossos inimigos por nossa dor e sofrimento. É muito danado de fácil se concentrar na arma e não no verdadeiro culpado. Este tipo de abordagem à vida nos absolve de toda responsabilidade pessoal. Afinal, quem quer olhar no espelho. Então, como é que vamos nos curar da doença? Bem, o primeiro passo é a responsabilidade. E este é, sem dúvida, o passo mais difícil de todos a ser dado. Devemos perder a mentalidade de vítima. Temos de perceber que foi algo que fizemos, nesta vida ou vida passada, o que causou a doença. Uma vez que aceitamos a responsabilidade – 100% – então, e só então, as ferramentas da Kabbalah despertarão a Luz do Criador para que possamos ser curados!!!!!

Agora, algumas dessas ferramentas poderosas de cura incluem:

* Ouvir a leitura da Torá, todos os Sábados.

* Meditação com o Zohar / “Escanear” o Zohar (especialmente Volume 20 e 21 chamado de “Pinrras”)

* Participar da terceira refeição no Shabbat/Sábado (estimula o sistema imunológico de acordo com os Kabalistas, da forma mais poderosa possível)

* Água de Kabbalah (alimenta e cura as células do nosso corpo, estimula o sistema imunológico, limpa bloqueios negativos)

* Fazer Caridade (De acordo com o Zohar e o Talmud, a caridade – quando dói -. pode salvar alguém da morte. É preciso dizer mais?)

Talvez a mais poderosa ferramenta de cura ocorra quando a porção da Torá chamada Pinrras é lida em voz alta durante o Shabbat, uma vez por ano. Só de ouvir esta leitura da Torá com o coração aberto e remorso por nossos erros anteriores acende as forças mais impressionantes de cura. 99% dos rabinos não têm idéia de que este poder está disponível. E todas aquelas pessoas que espalham mentiras sobre Kabalistas e o Zohar estão impedindo o resto do mundo de receber a cura. Esta é a razão para o anti-semitismo de acordo com os Kabalistas. Nós temos o poder e as soluções para o mundo dentro da Kabbalah e há pessoas que impedem esta sabedoria de chegar ao mundo. Assim como foi feito desde o tempo de Jesus, quando ele tentou trazer Kabbalah para o mundo. (Mais sobre isso em um artigo posterior. Vai explodir sua mente!)

Você quer saber a verdade sobre o Zohar e cura? Você dá conta disso? Se você acha que sim, leia o próximo parágrafo lentamente….

HEART-HEALING-300x267Se pudéssemos realmente ver e perceber as forças espirituais e a Luz que é despertada durante a leitura da Torá, todos nós perderíamos o nosso livre arbítrio em um segundo. As pessoas estariam em fila por 40 blocos para entrar no prédio para escutar. Mas nós não podemos ver isso facilmente. Não nos é permitido fazê-lo. Pedimos ao Criador para esconder esta Luz para que pudéssemos trabalhar duro e superar nossas dúvidas, a fim de revelar esta Luz. Desta forma, tornamo-nos a causa de nossa cura e a causa e criadores de nossa própria alegria.

A propósito, tocamos em outra idéia crítica – a idéia de “remorso”. O remorso está intimamente ligado à idéia de responsabilidade e é um pré-requisito para a ativação de todas as ferramentas acima mencionadas. Sem isso, as ferramentas não funcionam. Simplificando, o Zohar diz que a chave para a cura e ativação de todas as ferramentas da Kabbalah é:

“um espírito quebrantado; um coração quebrantado e contrito… “

Ou seja, é preciso comparecer ao Shabbat Pinrras  e ouvir a leitura da Torá com: arrependimento em nossa alma pelas indignidades que temos mostrado para com os outros; um coração partido pelo desrespeito e incivilidade temos infligido a amigos e familiares; e um profundo remorso e reconhecimento do nosso comportamento descortês e abusivo.

Quando bebemos água de Kabbalah, escaneamos o Zohar, fazemos caridade, ou assistimos a terceira refeição no Shabbat com um espírito quebrantado e coração contrito, nós então tornarmo-nos limpos e purificados tendo atingido toda a bondade, Luz e cura que são liberados através destas ferramentas impressionantes. E lembre-se, a cada passo do caminho, as forças negativas estarão lá para implantar dúvida e descrença dentro de você. A batalha de dúvida é sua para enfrentar. Está conectada à idéia de livre-arbítrio.

Mas, pelo menos, por agora, em um simples blog, você recebeu as idéias e ferramentas mais poderosas do mundo para realmente curar o seu corpo, sua alma, seus relacionamentos e todo este mundo.

O resto é com você.

UMA ÚLTIMA PALAVRINHA

Conforme ouvimos a Torá no Shabbat, saiba de uma coisa com certeza absoluta: A Luz que irradia da Leitura, a enunciação das palavras e o som elevado das letras verterão através de todas as artérias em nossas vidas para desobstruí-las, para limpá-las, e libertá-las de toda a gordura indesejada, placa e resíduos. Esta Luz e energia atingirá o pico na Terceira Refeição quando as artérias que conectam o mundo em todos os níveis da existência serão construídas de novo.

Esta é a nossa meditação para a porção Pinrras da Torá . Este é o nosso Shabbat de profunda cura. Para nós e para o mundo todo.

Lembre-se, quanto mais oramos pelos outros, mais Luz  flui ao mundo para curar as artérias em nossos corpos, as artérias em nossos negócios, as artérias que nos ligam aos nossos amigos, e as artérias que existem entre as nações.

Cura, paz e prosperidade estarão livres para fluir até o final do Shabbat.

Espere e exija tudo isso

Anúncios