Aleister Crowley (1875-1947) definiu seu sistema de magia como o método da ciência, o objetivo da religião. No contexto do diário mágico, um sistema científico de realização mística e mágica deve incluir uma série de ações registradas, mensuráveis, que podem ser repetidas, que rumam em direção a Consciência Suprema. Portanto, o diário mágico é a ferramenta fundamental por meio da qual o magista pode manter um registro científico da percepção de si mesmo. Em consequência a uma anotação sistemática, o magista coloca seus métodos sobre bases firmes.

“Apenas na calma absoluta de um laboratório, onde o observador se encontra perfei-tamente indiferente ao que pode ocorrer, apenas interessado em observar exatamente em que consiste a ocorrência, medindo e pesando com instrumentos desprovidos de emoção, é que se pode começar a esperar um relatório fiel dos eventos […].” – Aleister Crowley

O diário é o açoite da mente. Ele é seu professor e guia. Ele irá ajudá-lo a remover seus as-pectos negativos e a ser regular em sua prática. Ele mostra o caminho para liberação e o repouso na bem-aventurança divina. Portanto, todos aqueles que aspiram à realização espiritual devem manter um diário onde possam anotar todas as suas ações.

Anote tudo em seu diário. Não esconda suas fraquezas ou defeitos. É para corrigi-lo e trans-formá-lo, é para remover suas fraquezas e defeitos, é para desenvolver uma natureza espi-ritual e auxiliá-lo no caminho da realização da Grande Obra que este diário é mantido. Se você for sincero, então o diário irá se transformar no mestre silencioso que abrirá seus olhos e irá dirigi-lo rumo à conquista espiritual.

O diário irá lhe ensinar o valor do tempo. No final de cada mês você poderá calcular o nú-mero total de horas que despendeu executando rituais, estudando livros espirituais, sā-dhanā, sono etc. Assim saberá quanto tempo gastou com propósitos espirituais e quanto tempo gastou desperdiçando energia. Dessa maneira será capaz de aumentar gradualmente o tempo de suas práticas. Se você mantiver um diário, sem falta em suas anotações, não quererá gastar um minuto de seu tempo com coisas desnecessárias. Somente assim você compreenderá o valor do tempo e a maneira de administrá-lo.

Anote todas as dificuldades e complexos que possam surgir e preserve essas anotações no seu santuário, templo ou o local onde executa suas práticas. Quando se sentir impaciente e deprimido, vá ao seu local de prática, medite um pouco e então leia suas anotações e reso-luções. Isso lhe trará paz mental e removerá os sentimentos de negatividade e dúvida.

Fernando Liguori ~ Curso de Filosofia Oculta

Anúncios